24.9.06

Perca-me que me acho em seu lugar.
Perca-te que eu te encontro e mudo o eixo.
Ouça o silêncio do que nunca foi dito repetindo suas palavras.
Nenhuma palavra seria o bastante, não fosse todo o dicionário.
Perca-te no que eu já tenho perdido, porque entender é para os fracos.
Faça sem previsão, ame sem contenção, jure sem remorsos.
Escreva sem saber aonde vai dar, publique assim, sem querer editar tudo depois.
Seja conduzido pelo nada, porque nada conduz tanto nada assim.
Preencha meu vazio que te faço incompleto, mil alto-falantes me gritam pra você.
Não quero mais ir embora, quero me perder em seu lugar.
Quero ser o seu caminho, dentro de todos que já tenho perdido.
Preciso me perder de mim para me achar.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial