27.5.06


Pés descalços
Mãos trêmulas
A vista daqui é tão bela...
Quando criança, pedia ao anjo pra voar!
Vamos voar?
Visitar o sol a leste
E mais tarde cochichar com as estrelas
Que é pra não acordar a cidade.
Vem, vem comigo!
A gente descobre junto o mundo além.
E eu te prometo nenhum sofrimento mais!
Se você vier, a partida será menos triste
Por que não vem?
Aproxime-se, venha aqui... ou não me ama o bastante?
Não, não me ama...
Então eu terei que voar sozinha!
Diga aos outros que fui com os pássaros
E adeus.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial