29.7.11

Fingimento poético

Quer saber
No fundo eu me sinto plena, viva, em paz
Mas se eu descobrir isso
Esse blog acaba de novo
Deixa eu inventar as crises que ainda me restam

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial