28.8.10

Negação

Da próxima vez que você disser não, tudo bem, eu vou concordar. E acordar. E melhorar. Mas por favor, não diga que não justo agora. Justo quando vou embora. Justo nessa hora que eu quero sair mundo afora. Deixe para dizer não quando a gente chegar, de novo, à beira do precipício. Juntos. Que eu te convenço que voar é a sensação mais gostosa do mundo, o melhor jeito de chegar em segurança ao fundo do poço. Meu Deus! Será que você não entende? O problema é que a gente se gosta demais e quer ficar junto. Mas não.
.

Da próxima vez que você disser não, tudo bem, eu vou voltar.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial