1.8.09

Cópia com justa causa

.

Dela

"Castelos são para os contos de fada. Ou para os deputados. Ou são de areia. São minutos, ou horas, construindo castelos de areia. Baldinhos, moldes. Você cuida dos mínimos detalhes. Mesmo sabendo que daqui a pouco você vai embora e o castelo vai ficar ali. Mesmo sabendo que daqui a pouco uma onda mais forte vai carregá-lo. Mesmo sabendo que uma criança desavisada pode destruí-lo sem pestanejar. Porque as crianças são assim. E as crianças são sempre perdoáveis. Mas se um marmanjo destrói seu castelo, você vai querer tirar satisfações. O adulto sabe que as suas atitudes têm consequências, que os sonhos e os corações dos outros não podem jamais ser objeto de diversão. Sabem que aquilo que é construído ao longo de anos deve ser cuidado com esmero. Se não sabe disso, destruirá, ainda, castelos e castelos, sem se arrepender. Por hora."

.

Deles

"
Eu não sei o que eu tô fazendo, mas eu tenho que fazer. Aquela noite que eu te conheci, acho que nunca vou esquecer... Um momento quase perfeito, inocente em seus defeitos. Tudo que é bom dura pouco. E não acaba cedo. Agora. Pra sempre. Foi embora mas eu nunca disse adeus."

1 Comentários:

Anonymous Déia. disse...

Que bonitinhoooooo! ;**

2/8/09 17:04  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial