25.4.09

Carpe diem quam minimum credula postero

O passado conspira pro meu futuro afundar
Mas, até lá, o barco é presente.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial