20.6.06

Destinado para a nova de 19.

Eu tenho uma amiga que mora longe.
Eu moro longe dessa amiga.
E as cartas parecem sempre insuficientes
Porque a saudade é sempre maior.
E as lembranças não se apagam nunca
Porque são mais fortes que a memória.
Eu tenho uma amiga que mora longe
E que nunca falo nesse tom de texto com ela
Não, não... Não sai poema das nossas conversas imbatíveis
Saem besteiras culturais, acréscimos de bobagens, vernáculos preciosíssimos
Mais e mais saudades.
De Tíbio e Peronio e telefonemas grampeados
De jogar truco, fazer mímica, de amendoim e fazer nada.
Ela sabe anatomia, mas não subestima o M da minha mão
Ela sabe tudo de Friends, mas me chama só de amiga mesmo
Ela sabe muito inglês e não quer me humilhar.
Eu tenho, tenho sim, uma amiga que mora longe
Mas a gente é tão amiga, que até esqueço esse detalhe.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial