13.10.08

ÀS AVESSAS

Larguei primeiro, gostei depois.
Tive filhos, reproduzi, cresci, nasci.
Terminei o livro para depois escrevê-lo.
Disse vários adeus antes do tchau
E perguntei muitos porquês antes dos ois.

Sonhei primeiro, dormi depois.
Menti várias vezes por uma verdade só
E minha despedida de solteiro veio depois do casamento.
O irmão mais novo é maior
A mãe mais jovem que a filha
O pai mais alegre quanto mais difícil fica a vida.

Engordei primeiro, comi depois.
E a dieta só deu certo com a entrada do chocolate.
Aprendi trinta e sete receitas para o nissin miojo
E hoje prefiro ele só com a água e o tempero da embalagem.

Compro primeiro, experimento depois.
Fiquei consumista na maturidade
E não me habituei a tirar dinheiro dos velhos.
Não precisei da velhice para valorizar meus pais.
Não chorei por amor e sofri o tempo exato do sofrimento.

As crianças gostaram de mim primeiro, eu delas depois.
Nasci no fim do quatro e na véspera do um
E mesmo assim quase acertei o feriado.
Troco qualquer madrugada por um sono bem dormido.
Minha balada é em casa.
Não tenho cor preferida, nem amigo, nem música, nem namorado.

Larguei primeiro, amei depois.
Tive netos, engravidei, espichei.
Nasci.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial